Agosto 2016 - Blog do Randyson Laércio

Post Top Ad

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

AGERP REALIZA PLANEJAMENTO PARA FORTALECER A ASSISTÊNCIA TÉCNICA AOS AGRICULTORES

18:25 0


O Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), está dando continuidade à atualização da sua metodologia de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), que tem como principal objetivo melhorar o desempenho dos técnicos para assessorar e contribuir no desenvolvimento dos agricultores familiares assistidos pela Agência.

Para desenvolver essa nova metodologia, a Agerp adotou um planejamento operacional que visa programar e orientar a equipe técnica para obter resultados mais que apenas numéricos, propõe executar melhor as ações no campo.

Foram visitados até o momento, para apresentar e orientar sobre o funcionamento do planejamento, os escritórios regionais em Pinheiro, Viana, Pedreiras, Rosário, Chapadinha, Itapecuru-Mirim, São João dos Patos, Balsas. E a partir desta terça-feira (30), as Regionais de Caxias, Codó, Timon, Bacabal, Presidente Dutra, Zé Doca e Santa Inês receberão visitas para alinhar o planejamento.

De acordo com o presidente da Agerp, Júlio César Mendonça, detectou-se a necessidade de refazer o planejamento junto às Regionais tendo em vista as demandas que estão cada vez mais frequentes no órgão, que é a instituição responsável, junto à Secretaria da Agricultura Familiar, pelo acompanhamento técnico ao pequeno agricultor e executar as políticas públicas voltadas para o meio rural.

“Por meio de um mapeamento do quadro de pessoal, estamos adequando nossa equipe técnica para que possamos cobrir a maior parte dos municípios com Assistência Técnica continuada. Esse planejamento é necessário para adequarmos nossa capacidade operacional, pessoal, de transporte e estrutural para melhor atender os agricultores. O governador Flávio Dino aposta na melhoria dos indicadores sociais do Maranhão a partir da agricultura familiar, então, todo o Sistema SAF, e em especial a Agerp, está reformulando sua metodologia de atuação para alcançar resultados na agricultura”, afirmou o presidente da Agerp, Júlio César Mendonça.

“Fizemos essa proposta de planejamento nas Regionais com base em vincular o técnico com a atividade a se realizar no campo, pois até então eram repassadas demandas, mas não a forma como atingir as metas definidas. Nosso próximo passo, após a apresentação e esclarecimento sobre o planejamento, é desenvolvermos futuramente, um acompanhamento via online do que cada técnico está realizando nos municípios”, explicou o chefe da Assessoria de Planejamento da Agerp, Artur Costa.

Agerp sustentável e solidária
Baseada na adoção dessa nova metodologia de acompanhamento de resultados, a Agerp está buscando fortalecer uma linha de coerência, não apenas no modo de trabalhar e de gerir a instituição, mas nas ações perante a sociedade. Com isso, a Agência está desenvolvendo o projeto “Agerp Sustentável e Solidária”, com o objetivo de conscientizar sobre o meio ambiente, agroecologia e social dentro e fora da instituição.  O projeto foi lançado na última segunda-feira (29) com a presença de todos os servidores da instituição e representantes da SAF, Iterma, Sagrima, Cemar e Hemomar.

“Nós somos aquilo que pensamos e agimos. O projeto nada mais é do que fazermos uma linha direta disso e repensarmos nosso papel na sociedade e na agricultura familiar. Queremos adotar práticas sustentáveis no ambiente de trabalho e levar estas atitudes para onde formos, então, a Agerp está assumindo o papel de ser disseminador da sustentabilidade em todos os sentidos, ambiental e social,” disse o presidente da Agerp, Júlio Mendonça.
Leia Mais

JUSTIÇA DECRETA QUEBRA DE SIGILO E INDISPONIBILIDADE DE BENS DE EX SECRETÁRIOS ESTADUAIS

18:22 0


A juíza titular da 1ª Vara da Fazenda Pública da Capital, Luzia Madeiro Neponucena, decretou, liminarmente, a quebra de sigilo bancário e fiscal e a indisponibilidade dos bens dos ex-secretários da Fazenda do Estado do Maranhão, Cláudio José Trinchão Santos e Akio Valente Wakiyama. A decisão resulta de Ação Civil Pública do Ministério Público Estadual, que acusa os requeridos de atos de improbidade administrativa, quando do exercício do cargo.

Conforme a ação da 27ª Promotoria Especializada na Defesa da ordem Econômica e Tributária, os ex-secretários denunciados, quando no comando da pasta da Fazenda Estadual, concederam isenções fiscais a empresas instaladas no Maranhão, sem observar as disposições do ordenamento jurídico. Tais práticas teriam resultado em prejuízo ao erário da ordem de R$ 410,5 milhões. Cláudio Trinchão foi Secretário da Fazenda no período de 20/04/2009 a 02/04/2014, tendo sido substituído por Akio Valente Wakiyama, que exerceu o cargo de 03/04/2014 até dezembro daquele ano.

Os autores da peça inicial assinalam, com base em documento expedido pela própria SEFAZ, que, no período em que atuaram como secretário os acusados assinaram 33 concessões de regimes especiais tributários, cumuladas com atos de inclusão de empresas e renovação de regime, sem observarem a legislação pertinente e sem dar a devida publicidade. Isso, segundo o Ministério Público, resultou no beneficiamento de 190 empresas.

A peça acusatória sustenta que os regimes especiais concedidos entre os anos de 2010 e 2014 não foram precedidos de estudo econômico que apresentasse justificativa para a renúncia fiscal, por meio de estimativas de resultados compensatórios, como a promoção de emprego, renda e arrecadação para o Estado, e muitos nem foram registrados no banco de dados da Secretaria da Fazenda.

Em sua decisão, a juíza Luzia Madeiro Neponucena assinala que as medidas de caráter emergencial, incluindo a quebra de sigilos e a indisponibilidade de bens, merecem acolhimento “diante da constatação (...) de que os benefícios fiscais concedidos às empresas (...) feriram a legalidade”. A magistrada invocou o artigo 7º da lei nº 8.429/92, para lembrar que “quando o ato de improbidade causar lesão ao patrimônio público ou ensejar enriquecimento ilícito, caberá a indisponibilidade dos bens do indiciado, devendo tal cominação recair sobre os bens que assegurarem o integral ressarcimento do dano”.

Na mesma decisão, a juíza determinou o prazo de 15 dias para que as instituições financeiras e a Receita Federal encaminhem à unidade judicial as informações requeridas. Também ordenou a citação dos réus, para contestarem a ação dentro do prazo legal, se assim o quiserem.

Leia Mais

VEREADORES ESTÃO IMPEDIDOS DE DETERMINAR AFASTAMENTO DA ATUAL PREFEITA DE BOM JARDIM

18:19 0


Uma decisão proferida pelo juiz Raphael Leite Guedes, titular de Bom Jardim, determina que o presidente da Câmara e mais dois vereadores se abstenham de afastar a atual prefeita do município, Malrinete dos Santos Matos. 

A sentença ressalta que deve prevalecer texto do Decreto-Lei de 1967, o qual não contempla o afastamento cautelar de prefeito nas hipóteses de infrações político-administrativas. Caso descumpram a decisão, as autoridades sofrerão sanções cíveis e criminais, além de incorrer(em) em multa, de caráter pessoal, de R$ 1.000,00 (um mil reais) por dia de descumprimento desta ordem.

O pedido liminar foi formulado com o propósito de declarar Arão Sousa Silva (presidente) e os vereadores Sônia Regina, Sônia Brandão, e Hiater, como sendo suspeitos ou impedidos de participarem de trabalhos que visem manifesto pedido de afastamento cautelar ou cassação da atual prefeita de Bom Jardim, bem como decretar, desde já, a nulidade de seus respectivos votos e declará-los suspeitos ou impedidos de participarem de qualquer procedimento que tenha esta finalidade. “A iminência de ato determinando o afastamento provisório da impetrante, de certo violado direito líquido e certo, sendo motivo justo para apreciação pelo Poder Judiciário”, destacou o juiz, citando jurisprudências.

E segue: “Na hipótese destes autos, tem-se por adequada a via eleita pelo impetrante para a garantia do alegado direito, vez que o mandado de segurança preventivo tem cabimento sempre que o titular do direito líquido e certo tiver o justo receio de violação desse seu direito que, na hipótese, se consubstancia na possibilidade concreta de ser a impetrante afastada do cargo de Prefeita Municipal, e até vir a perder o mandato para o qual fora investida. Em sede de apuração de infração político-administrativa de Prefeita, a competência é da Câmara Municipal, em toda a sua plenitude, que deve cuidar de garantir ao processado as garantias inerentes aos acusados em geral”.

“Observa-se, que o Decreto-lei nº 201/67, que regula o processo por infrações político-administrativas dos Prefeitos e Vereadores, não prevê a possibilidade da Comissão Processante ou a Câmara Municipal suspenderem, temporariamente, o exercício do mandato do processado, até o julgamento final da denúncia apresentada”, enfatiza Raphael Leite Guedes.

O juiz entendeu que, no que se refere ao pedido a fim de declarar suspeitos ou impedidos os impetrados (Arão Sousa Silva, Sandra Regina Barbosa, Sônia Brandão e Hiater), “tem-se que não deve prosperar, pois os mesmos fazem parte da Câmara Legislativa deste Município, e não há, a priori, qualquer ilegalidade na atuação dos mesmos em eventual procedimento instaurado na referida Casa Legislativa, podendo, se agirem em desconformidade com a lei, terem seus atos posteriormente anulados pelo Poder Judiciário”.

Para o magistrado, o afastamento cautelar da impetrante de suas atribuições administrativas, em sede de processo de cassação por prática de infração sujeita ao julgamento pela Câmara dos Vereadores, apresenta-se, como ato anômalo e arbitrário. “A garantia de permanência da impetrante no cargo de Prefeita Municipal, até a finalização de seu mandato, ou extinção do mesmo em decorrência de processo por infração político-administrativa, decorre de processo eleitoral legítimo, por força da manifestação popular exercida mediante voto”, explicou.

Raphael ressaltou que “não há contradição entre a ilegalidade de eventual afastamento cautelar da prefeita, objeto do mandado de segurança, com a negativa do pedido com relação à suspeição e/ou impedimentos dos impetrados, pois naquele primeiro pedido, a ilegalidade seria do próprio ato supressor, o que poderia ser realizado por qualquer edil, e não apenas pelos impetrados, enquanto que no segundo caso, estar-se-ia pugnando, o impetrante, pelo próprio afastamento dos impetrados de suas funções constitucionais, o que, decerto, vai de encontro aos ditames legais. Ausente, portanto, o direito líquido e certo no tocante a este tema”.
Leia Mais

EX PREFEITO DE ITAPECURU MIRIM É ALVO DE AÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO POR ATO DE IMPROBIDADE

18:16 0


A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Itapecuru-Mirim propôs, em 18 de agosto, Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra o ex-prefeito Júnior Marreca (atualmente deputado federal), o ex-pregoeiro da Comissão de Licitação, Antonio Carlos Silva Araújo, o empresário Maury Fagundes dos Santos Filho e a empresa Maury Fagundes dos Santos Filho-ME, cujo nome de fantasia é RP Informática.

A manifestação foi motivada pela comprovação de fraudes nos procedimentos licitatórios de números 031/2009, 032/2009 e 036/2009, que culminaram nos contratos 048/2009, 049/2009 e 056/2009 celebrados com a empresa Maury Fagundes dos Santos Filho-ME, para a realização de serviços de conexão entre os prédios das secretarias municipais e o da prefeitura. O valor total dos contratos foi de R$ 64.280,00.

Foi apurado pelo MPMA que os procedimentos licitatórios descumpriram diversas cláusulas da Lei n° 8.666/93 (Lei de Licitações), incluindo desrespeito a prazos de publicação, ausência de documentos obrigatórios, inexistência de cláusulas contratuais, ausência de pesquisa de preços e falta de projeto básico de orçamento.

“Nesse sentido, o comportamento desonesto e deliberadamente doloso dos réus é manifesto e os procedimentos de licitação ora atacados são eivados de nulidade, ante a prova clara de direcionamento das licitações”, afirmou a promotora de justiça Flávia Valéria Nava Silva, autora da manifestação ministerial.

PEDIDOS

Como medida liminar, o Ministério Público do Maranhão requer à Justiça que determine o bloqueio dos bens dos réus, tantos quantos necessários para ressarcir os prejuízos causados ao erário municipal.

Para Júnior Marreca foram requeridas, como sanções, a perda do cargo público que estiver exercendo, a suspensão dos direitos políticos pelo prazo de oito anos, o ressarcimento ao município, solidariamente com os demais envolvidos, do valor de R$ 64.280,00, mais atualizações monetárias e acréscimos legais e a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de cinco anos, mais o pagamento de multa civil no valor de 100 vezes o valor da remuneração recebida pelo réu quando exercia o cargo de prefeito de Itapecuru-Mirim.

Em relação ao ex-pregoeiro Antonio Carlos Silva Araújo, foram solicitadas as seguintes penalidades: suspensão dos direitos políticos pelo prazo de oito anos, ressarcimento ao município do valor de R$ 64.280,00, mais atualizações monetárias e acréscimos legais e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de cinco anos, mais o pagamento de multa civil no valor de 100 vezes o valor da remuneração recebida pelo réu em 2009, quando exercia o cargo de pregoeiro de Itapecuru-Mirm e perda do cargo público que estiver exercendo.

Para o sócio-gerente da empresa, Maury Fagundes dos Santos Filho, o MP requereu a suspensão dos direitos políticos pelo prazo de oito anos, ressarcimento ao município do valor de R$ 64.280,00, mais atualizações monetárias e acréscimos legais e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de cinco anos, mais o pagamento de multa civil no valor de 100 vezes a quantia adquirida irregularmente como pagamento dos serviços realizados ao município.

Foi solicitado também que a empresa Maury Fagundes dos Santos Filho-ME seja penalizada com o ressarcimento ao município do valor de R$ 64.280,00, mais atualizações monetárias e acréscimos legais e a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de cinco anos.
Leia Mais

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

COLÉGIO REIS MAGOS PROMOVE IV SARAU LITERÁRIO

09:21 0

A noite da última sexta-feira (26) ficou marcada pela realização de mais um grandioso evento do Colégio Reis Magos. O IV Sarau Literário da escola teve como tema principal: “Entre o amor e a sofrência: o dilema contemporâneo”. Um evento que faz parte do calendário anual da escola e já ganhou status de tradição na cidade, e a cada ano recebe um número enorme de público, algo que já é latente em todo projeto realizado pela escola.

 

No IV Sarau Literário houve uma programação recheada por apresentações de alunos do 9º ano ao 3º médio da escola, que trouxeram muita música, poesia, peças teatrais e danças culturais. A programação contou com a Banda Alt+F4 (3º médio), peça teatral Romeu e Julieta (2º e 3º médio), coreografia de arrocha/sertanejo das músicas10%, Coração apertado e Fui fiel (9º ano A, B e C), os corais - Louca de saudade/Não precisa/Only hope e Aleluia/Vai valer a pena (9º ano A, B e C), apresentação coreografada da música Thinking out Loud e Medo bobo (1 º médio), tango coreografado (9º ano, 1º e 2º médio) e a Valsa (2º e 3º médio).

 

Os alunos abrilhantaram o evento com apresentações primorosas, que arrancaram inúmeros aplausos e elogios dos familiares e também de todo o público presente. O envolvimento dos alunos foi fator providencial para a excelência do evento realizado, que juntamente com todo o corpo pedagógico da escola, organizaram e deram vida a mais um projeto de destaque.

 

O sarau literário é um evento de grande importância dentro do contexto escolar, não somente pela sua relevância, como também pelo envolvimento dos educandos em uma atividade prazerosa, que desperta o interesse pela leitura, produção de textos, atividades lúdicas e culturais. E dessa forma, contribui efetivamente para o crescimento do aluno, que agrega mais conhecimentos, valores e interação com o processo cultural.


O Colégio Reis Magos tem como objetivo a formação integral de seus alunos, por isso, em seu calendário anual, possui projetos pedagógicos que viabilizam agregar em nossos alunos conhecimentos curriculares, culturais, atitudes, valores, conscientização cidadã, desenvolvimento de habilidades e interação social. É assim que formamos nossos campeões! Atenciosamente, a Direção.


Cristiane Lopes\ redatora CRM
Leia Mais

domingo, 28 de agosto de 2016

VÍDEO:AMAVA REALIZA MAIS UMA EDIÇÃO DE AMOSTRA DE CARROS ANTIGOS EM BACABAL

20:16 0
Colecionadores, apaixonados por carros antigos e curiosos tiveram a  oportunidade de ver de perto mais uma edição de Amostra de Carros Antigos promovido pela AMAVA. Diversos veículos foram mostrados durante o evento que aconteceu nos dias 20 e 21 na praça Santa Teresinha na cidade de Bacabal. 

Saiba todos os detalhes na matéria completa:
Leia Mais

PREFEITO DE BACABAL ZÉ ALBERTO CONTRATA MARQUETEIRO PARA IMPULSIONAR CAMPANHA DE ZÉ VIEIRA

19:29 0
Na campanha eleitoral de 2012 Bacabal se enchia de expectativa, seus moradores pareciam, enfim, ter encontrado a pessoa certa para comandar administrativamente o município. Sem vícios de bebedeiras, sem noitadas no carteado, sem a má fama de mandar bater nas pessoas e muito menos mandar assassina-las, José Alberto Veloso era esse nome, porém, faltava a “cereja do bolo”, alguém que conseguisse fazer o povo acreditar que o pecuarista entendia de gado e também de gente, e assim foi feito.

Famoso no Maranhão, o marqueteiro conhecido como “Fabão” foi contratado e deu início a criação do mito Zé Alberto que passou a ser ovacionado e carregado nos braços por onde ia. O fato é que a estratégia deu certo e Zé Alberto passou por cima dos concorrentes como um trator.

Quatro anos depois, “Fabão” retorna a Bacabal pelas mãos do agora prefeito Zé Alberto. Sua missão é ajudar a eleger seu sucessor, no caso o ex-prefeito Zé Vieira (PP).

O marqueteiro de Zé Alberto, como já explicado em outra postagem do Blog do Sérgio Matias, curiosamente recebeu como principal missão desvincular o nome dos dois, ocultar a aliança e evitar que o desgaste da administração de Zé Alberto respigue na campanha de Zé Vieira - Marqueteiro tem missão de ocultar aliança política do grupo do ex com o atual prefeito de Bacabal.

 

Diante das incertezas da inelegibilidade e das condições de saúde de Zé Vieira, “Fabão” também agora se dedica a passar para à população a imagem de um candidato, de 82 anos de idade, cheio de vigor, mesmo que no intervalo de uma pirueta e outra, hajam pernas inchadas e internações.


Para se convencer que o ex-prefeito segue suas orientações à risca, o marqueteiro de Zé Alberto tem acompanhado a campanha de perto e, inclusive, ido aos eventos, que, pelo menos até que se decida quem verdadeiramente é o candidato [se o próprio Zé Vieira ou um substituto], ainda se restringem a visitas em mercados públicos, como ocorrido na manhã deste domingo (28), na área do Terminal Rodoviário.  (Blog Sérgio Matias)

Leia Mais

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

OS SUPLENTES QUE ESTÃO DE OLHO NAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS

10:49 0
Além dos postulantes a cargos nas eleições municipais de 2016, outros políticos também estão interessados no pleito, mesmo sem disputar diretamente o voto do eleitor.
Alguns suplentes de deputados estaduais e federais, que disputaram a eleição em 2014, também possuem interesse nas eleições, pois podem acabar herdando o mandato.
Na Assembleia Legislativa, são cinco deputados estaduais que estão disputa – Wellington do Curso e Eduardo Braide (São Luís), Roberto Costa (Bacabal), Alexandre Almeida (Timon) e Francisca Primo (Buriticupu) – e podem trocar o mandato do Legislativo pelo Executivo.
CAMILO FIGUEREDO É SUPLENTE DE ROBERTO COSTA
Roberto Costa foi eleito pela coligação “Pra Frente Maranhão” e caso se eleja prefeito de Bacabal, a sua vaga será herdade pelo primeiro suplente, o ex-deputado estadual Camilo Figueiredo.
Já Marcos Caldas, que voltou essa semana para a Assembleia Legislativa, é o primeiro suplente da coligação “Força Jovem” e irá torcer para que Alexandre Almeida se eleja prefeito de Timon para ele permanecer no parlamento estadual.
Caso Eduardo Braide se eleja prefeito de São Luís, a vaga será herdada pelo primeiro suplente da coligação “Vamos Juntos Maranhão”, o ex-deputado Jota Pinto. A mesma expectativa vive o médico e suplente do PT, Yglesio Moyses, que está na torcida pela eleição de Francisca Primo em Buriticupu.
YGLESIO É O PRIMEIRO SUPLENTE DO PT
Já no caso de Wellington do Curso, existe uma curiosidade. Caso Wellington se eleja prefeito da capital maranhense, a vaga será assumida pelo primeiro suplente da coligação “Mudança Para Um Novo Maranhão”, Luciano Genésio. O problema é que Genésio também é candidato a Prefeitura de Pinheiro, se Genésio também se eleger, a vaga ficaria para o segundo suplente, o vereador de Imperatriz, Rildo Amaral.
Entre os deputados federais, apenas Eliziane Gama é candidata. A parlamentar almeja ser prefeita de São Luís e em ela se elegendo, a beneficiada será a primeira suplente da coligação “Todos Pelo Maranhão”, Luana Alves, esposa do prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves.
Vale lembrar que dos seis deputados (cinco estaduais e um federal) que estão na disputa eleitoral, apenas dois – Alexandre Almeida e Eduardo Braide – se licenciaram dos cargos, os demais seguem tentando fazer o quase impossível de conciliar uma campanha eleitoral com o mandato parlamentar.
Blog Jorge Aragão
Leia Mais

HOSPITAL DE CÂNCER DO MARANHÃO COMPLETA DOIS ANOS DE FUNCIONAMENTO

10:01 0

Com uma programação voltada, principalmente, para a conscientização sobre formas de prevenção dos principais tipos de câncer diagnosticados no Estado, o Hospital de Câncer do Maranhão - Dr.Tarquínio Lopes Filho (HCTLF), comemorou nessa quinta-feira (25), dois anos funcionando. A unidade é considerada referência no atendimento especializado de pacientes oncológicos dentro da Rede Estadual de Saúde.



A ‘1ª Ação de Combate ao Câncer’, alusiva ao aniversário do hospital, aconteceu de 9h às 17h, na Praça do Sol, no Tropical Shopping. Uma equipe multiprofissional de diferentes setores da unidade esclareceu a população a respeito do câncer de colo de útero e próstata – de maiores incidências no Maranhão - câncer de mama, pênis e pulmão. “Atuamos no tratamento de alta complexidade, mas sabemos que o mais eficaz e custo-efetivo é a prevenção. Por isso, pensamos nessa ação para alertar a respeito dos tipos de câncer, principalmente, os mais recorrentes e que podem ser prevenidos”, alertou o médico oncologista e diretor-geral do HCTLF, José Maria Assunção.

Segundo o médico, 80% dos casos de câncer ocorrem devido a fatores como o tabagismo, obesidade, dieta rica em alimentos industrializados, sedentarismo, exposição inadequada ao sol, e apenas 10% dos cânceres são decorrentes de fatores hereditários. “Qualquer pessoa pode ser orientada sobre como as mudanças de estilo de vida e de alguns hábitos nocivos à própria saúde tem enorme impacto e reduz a possibilidade de adquirir a doença”, completou o diretor.

Na ação, foram expostas algumas telas produzidas na terapia ocupacional por pacientes em tratamento na unidade. Também foram realizados exames de testagem rápida de hepatites, em parceria com o Departamento de DST/AIDS e Hepatites Virais, imunização, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), avaliação e orientação nutricional, em parceria com a Coordenação de Estágio do Curso de Nutrição da Faculdade Estácio e cadastro de doadores de medula óssea, coordenado pela equipe do Hemomar. A Fundação Antônio Brunno também esteve presente como apoiadora da ação.

A estudante universitária Jamille Oliveira, de 27 anos, aproveitou a oportunidade para se cadastrar no banco de doadores de medula óssea. “É maravilhoso poder comemorar fazendo o bem para outras pessoas, que podem ser alguém da minha família, ou um desconhecido. Vemos muita gente doente precisando do pouco que podemos doar e que pode fazer toda a diferença na vida deles”, disse Jamille.

A dona Maria Zizi dos Santos, de 63 anos, também fez questão de ouvir as orientações e usufruir dos serviços oferecidos. “Todos que estão passando por aqui param para entender um pouco sobre o câncer e aproveitar para fazer uma checagem na saúde. Espero que eles sempre escolham comemorar dessa forma, ajudando a quem precisa”, pontuou. 

Comemoração
A data é significativa por marcar o início de uma nova história para os pacientes em tratamento do câncer no Maranhão. “Toda a equipe do HCTLF está empenhada em realizar um tratamento eficaz no combate ao câncer, não só na parte técnica, como a cirurgia minimamente invasiva, ou a quimioterapia de última geração, mas, sobretudo, oferecendo um atendimento humanizado, capaz de dispensar mais atenção ao paciente e fazer com que ele possa aderir melhor o tratamento, potencializando os resultados”, ressaltou o diretor.

Nos últimos dois anos foram realizadas no hospital 11.076 sessões de quimioterapia, 2.502 cirurgias, 52.765 consultas ambulatoriais e 11.689 internações. O hospital realiza por mês mais de 1.700 tomografias computadorizadas, além de outros procedimentos diagnósticos, como mamografias, biópsias de próstata, mama e tireóide. Dentre os avanços recentes na assistência, estão a Neurocirurgia Oncológica e a Cirurgia Oncológica Minimamente Invasiva, realizada através de videolaparoscopia e videotoracoscopia, com incisões mínimas e rápida recuperação do paciente portador de câncer.

O HCTLF oferece todas as especialidades envolvidas no tratamento do câncer, com uma experiente equipe multiprofissional, com médicos, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, nutricionistas, odontólogos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos e assistentes sociais, dedicados à assistência integral ao paciente oncológico e que garantem os excelentes resultados obtidos. Para suprir ainda a demanda dos pacientes que precisam do serviço de radioterapia, está prevista para o mês de setembro, a construção de um bunker para instalação de um acelerador linear de última geração que viabilizará o procedimento na unidade.
Leia Mais

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

DEP. FED. JOÃO MARCELO PARTICIPA ATIVAMENTE DOS ESFORÇOS DA BANCADA FEDERAL EM PROL DA RECUPERAÇÃO DAS BRs DO MA

08:55 0
Bancada maranhense composta por deputados federais engajados na recuperação das rodovias do Estado, entre os quis o Dep. Fed. João Marcelo Sousa (PMDB-MA)
Reunida em Brasília (DF), a bancada federal maranhense, sob a coordenação do Dep. Fed. Juscelino Filho e a sub-coordenação do Dep. Fed. João Marcelo Souza (PMDB-MA) se uniu em prol da recuperação da malha viária do Estado, priorizando as obras de recuperação da BR- 135, entre outras.

Entre as deliberações do grupo, foi definido que serão destinados cerca de R$ 25 milhões para as obras do segundo trecho da BR-135, na altura dos municípios de Entroncamento e Miranda. Outros R$ 31 milhões devem ser destinados para a manutenção da malha viária e R$ 60 milhões para o primeiro trecho da BR -135, no ponto que liga Bacabeira a Entroncamento. Outros R$ 32,8 milhões serão para a BR -226 e cerca de R$ 1 milhão para a BR-010.

Para o Dep. Fed. João Marcelo Souza (PMDB-MA) garantir a recuperação das estradas maranhenses é prioridade e sinônimo de desenvolvimento:
"Sempre lutei pela recuperação das estradas do nosso Estado e em conjunto com a nossa bancada federal teremos mais força para viabilizar a recuperação dessas rodovias. Não queremos mais acidentes e vidas sendo perdidas. Estrada boa é sinônimo de desenvolvimento.Precisamos que as estradas ofereçam condições seguras para a circulação de mais de cargas e mercadorias pelo Maranhão", explicou o parlamentar.

Também participam do grupo de parlamentares maranhenses unidos nesse esforço, os deputados federais Aluisio Mendes, José Reinaldo, Pedro Fernandes, Rubens Pereira Jr., Davi Alves Silva Junior, Zé Carlos, Hildo Rocha, Victor Mendes e Cleber Verde.  


Leia Mais

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

O PROJETO "OUVINDO BACABAL" CHEGA NA ZONA RURAL

11:27 0
O domingo (21) foi marcado por mais um “Ouvindo Bacabal”, dessa vez nos Povoados Alto dos Crentes e Pedra do Rumo, que reuniu muitos populares com o mesmo propósito: debater sobre as melhorias que o candidato Roberto Costa irá trazer para a cidade de Bacabal.

Os candidatos Roberto Costa intermediou a roda de debate realizada nos povoados.
Iniciando as discussões, o candidato Roberto Costa comentou:
“Eu estou construindo na verdade um projeto administrativo não pensado apenas pelos técnicos ou por mim. O que nós temos que fazer é apresentar aquilo que a população espera que a gente faça. Quem sabe mais do que a gente o que vocês realmente precisam são vocês, pois eu costumo dizer que só sabe onde o sapato aperta quem calça o sapato e, aqui, é vocês que calçam essas dificuldades diárias”




No povoado Alto dos Crentes, as solicitações foram a construção de poços artesianos, posto de saúde de qualidade e professores para zona rural, onde alegam que são totalmente esquecidos pela atual gestão.

O Sr. Francisco Souza, morador do povoado Alto dos Crentes questionou: “Roberto Costa o que você vai fazer para reconstruir a nossa Bacabal? Porque não temos mais uma Bacabal”.
“O grande problema hoje é que a prefeitura perdeu o sentimento de saber que o sofrimento das pessoas tem que ser tratado de forma diferente. Sr Francisco uma certeza você pode ter, eu vou usar todas as minhas forças, ao máximo, para corresponder às expectativas das pessoas, para atender as demandas da população”, declarou o candidato Roberto Costa.

Quando o assunto foi educação Roberto Costa declarou:
“A educação no município não pode ser tratada de forma política, não existe isso. Quando nós ganharmos as eleições, o primeiro sentimento que nós vamos ter, inclusive, é que nós vamos ser prefeito daqueles que votaram com a gente e dos que não votaram”.

Dando continuidade às rodas de debates do projeto “Ouvindo Bacabal”, o candidato Roberto Costa e toda a sua comitiva deslocaram-se para o povoado “Pedra do Rumo”, onde iniciaram a segunda etapa dos debates.

Na Pedra do Rumo, a população presente solicitou além da água, intrínseca à própria sobrevivência dos moradores, o investimento no produtor rural e a chegada da energia elétrica nas casas das pessoas.
“Roberto, nós estamos cansados de ser enganados. Queremos apoio para a comunidade toda, precisamos de água, energia, pessoas que apoiem o nosso trabalho. Todos nós temos coragem de trabalhar aqui, mas só com um braço não resolve nada, estou aqui pedindo um apoio de verdade, só queremos que tratem a gente com mais carinho e com o respeito que nós merecemos.”, declarou o Sr. Adalto, morador do povoado Alto da Pedra.

“Como havia dito em outros povoados, essa questão da água vai ser priorizada em 03 meses na nossa gestão e nós vamos dar uma solução. Quero dizer a vocês que sei das dificuldades que vocês passam. Se na sede do município onde mora o gestor é aquela situação, imagine na zona rural, qual é o tamanho do sofrimento? Não tem nenhum tipo de perspectiva! O que nós temos que ter em mente é que a zona rural não é um peso, a zona rural tem um papel fundamental, inclusive na economia de Bacabal. É impressionante quando nós chegamos ao mercado, você não encontra absolutamente nada dos produtos de Bacabal. Como o Adalto disse, ele quer trabalhar, mas também temos que entender que cada um tem o seu limite, nós não podemos deixar de apoiar tecnicamente a produção do município, a agricultura familiar do município é fundamental.”, declarou Roberto Costa.

Quando questionado sobre a energia dos povoados, o candidato declarou:
“O que falta na verdade não é dinheiro para energia, é vontade política do prefeito de entender que aqui falta energia”. É preciso investimento não dele, mas que ele cobre da CEMAR, pra vir fazer o que tem que ser feito. Nós temos o projeto “Luz para Todos”.

O candidato ainda declarou mais:
“O grande problema é que as pessoas não se importam com o sofrimento dos outros. Hoje a prefeitura se falta medicação, se falta merenda na escola, considera isso normal no município, e isso não é normal, é um direito da população”, finalizou.

Após muitas discussões, sugestões e lamentações da população, o debate foi encerrado e o candidato Roberto Costa finalizou:
“Quando for eleito, eu vou trabalhar não somente em obra, mas sim no sentimento de vocês, no sofrimento de vocês. Vocês podem ter certeza, vocês vão terão um prefeito amigo e companheiro ao lado de vocês nas dificuldades, porque não sou homem de me esconder”, finalizou.

Samyra Boaes
ASCOM - Dep. Roberto Costa
Leia Mais

GOVERNO REALIZA SELETIVO DE PROFESSORES PARA REDE ESTADUAL DE ENSINO

11:16 0
A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) abre, na próxima terça-feira (30), as inscrições para os processos seletivos simplificados que visam à contratação temporária de professores para atuar nas áreas de: Educação do Campo; Ensino Médio Regular e Quilombola; e nas escolas Indígenas das Unidades Regionais de Educação de Barra do Corda, Imperatriz, Santa Inês e Zé Doca.

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas a partir das 8h de terça-feira (30) até as 23h59 do dia 5 de setembro (segunda-feira), exclusivamente pelo endereço eletrônico da Seduc (www.educacao.ma.gov.br). 

Os processos seletivos simplificados constarão de avaliação curricular de títulos e experiência profissional docente, em etapa única. A entrega dos documentos e títulos, acompanhados da ficha de inscrição, gerada via internet, ocorrerá nas sedes das Unidades Regionais de Educação, de 31 de agosto a 6 de setembro, no horário das 13h às 18h.

Para a Educação do Campo são oferecidas 300 vagas e formação de cadastro de reserva para professores que deverão atuar nas Escolas Familiares Agrícolas (EFA), nas Casas Familiares Rurais (CFR), nas escolas de Áreas de Assentamentos e nas escolas de Ensino Médio Integrado à Educação Profissional (EMIEP), para um regime de 20 horas de trabalho semanais.

No Ensino Médio Regular e Quilombola são 800 vagas para professores e cadastro de reserva. Os candidatos aprovados, dentro do limite de vagas, serão contratados pelo prazo de um ano, em regime de 20 horas semanais.

Já para as escolas indígenas, estão sendo ofertadas 300 vagas e cadastro de reserva para professores no Ensino Fundamental de 1º ao 9º ano e Ensino Médio, para atuarem nas Unidades Regionais de Educação de Barra do Corda, Imperatriz, Santa Inês e Zé Doca. Os candidatos aprovados serão contratados por prazo de um ano, também em regime de 20 horas de trabalho semanais.

BOX – ENDEREÇOS PARA ENTREGA DOS DOCUMENTOS E TÍTULOS


REGIONAL
ENDEREÇO
AÇAILÂNDIA
Rua Duque de Caxias, 1017, centro - CEP: 65930-000
 BACABAL
Rua 28 de FR Julho, 1525, centro CEP: 65700-000
BALSAS
Rua Castro Alves, 98 centro - CEP: 65800-000
 BARRA DO CORDA
Rua Gerôncio Falcão, 254 centro - CEP 65960-000
CAXIAS
Rua Riachuelo, 336 centro - CEP: 65607-340
 CHAPADINHA
Av. Presidente Vargas, 1093 centro - CEP: 65500-000
 CODÓ
Praça da Bandeira, s/n - centro CEP: 65400-000
 IMPERATRIZ
Rua Simplício Moreira, s/n - centro CEP: 65901-490
 ITAPECURU-MIRIM
Trav. Benedito Braulio Mendes, S/N - Bairro: Malvinas - cep: 65485-000
 PEDREIRAS
Praça do Cinquentenário, 01 - centro CEP: 65725-000
 PINHEIRO
Rua Maria Pinheiro, 1055 - Santa Luzia CEP: 65200-000
PRESIDENTE DUTRA
Praça São Sebastião, s/n - centro CEP: 65760-000
 ROSÁRIO
Rua General Lott, s/n - Vila Bacural CEP: 65150-000
 SÃO JOÃO DOS PATOS
Rua Gonçalves Dias, 396 - centro CEP: 65665-000
 SANTA INÊS
Rua do Comércio, 201 - centro CEP: 65300-000
 SÃO LUIS
Rua da Paz, s/n - centro
 TIMON
Av. Viana Vaz,  186 - centro CEP: 65630-000
 VIANA
Rua Prof. Antônio Lopes, 921 - centro CEP: 65215-000
 ZÉ DOCA
Av. Militar, s/n - Vila do Bec CEP: 65355-000
Leia Mais

JUSTIÇA DÁ PRAZO PARA QUE RODOVIÁRIA DE SÃO LUÍS CUMPRA EXIGÊNCIAS DE SEGURANÇA

11:14 0
Em decisão liminar, o juiz titular da Vara de Interesses Difusos e Coletivos da Capital, Douglas de Melo Martins, estabeleceu o prazo de 120 dias para que o Governo do Estado e a RMC Comércio e Representações Ltda, empresa responsável pela administração da Rodoviária de São Luís, promovam as necessárias reformas e adaptações nas instalações do terminal, conforme laudo pericial do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão. O não cumprimento acarretará multa diária de R$ 1.000,00.

A decisão judicial resulta de Ação Civil Pública, impetrada pelo Ministério Público do Estado, por meio da Promotoria de Justiça Especializada do Controle Externo da Atividade Policial, baseada em Laudo de Exigências do Corpo de Bombeiros, que apontou falhas nos sistemas de extintores e de hidrantes, inexistência de estrutura de proteção contra descargas atmosféricas e falta de canalização preventiva.

Em face da gravidade do laudo do Corpo de Bombeiros, e por entender que o funcionando da Rodoviária de São Luís, nas condições atuais, coloca em risco a vida das pessoas que ali transitam ou desempenham suas atividades laborativas, o Ministério Público requereu a interdição do terminal e a imediata reforma e as adaptações devidas, dentro do prazo de 60 dias.

O juiz Douglas de Melo Martins acolheu em parte o pleito ministerial, por entender que a interdição da Rodoviária neste momento seria uma medida desproporcional. O magistrado lembra que o transporte é um serviço essencial e que a paralisação do único terminal rodoviário da cidade, sem a alternativa de outro local para a prestação do serviço “causaria danos aos usuários”.

O magistrado reconhece a necessidade de se assegurar aos usuários e funcionários do terminal condições seguras para o desenvolvimento de suas atividades. Segundo ele, a medida objetiva o cumprimento de normas técnicas que visem a resguardar a segurança e a integridade físicas das pessoas, por meio da adoção de mecanismos que diminuam o risco de incêndio.

Leia Mais

Post Top Ad